ACADEMIC PRODUCTION

Title Type Summary
[2017] Análise Socioeconômica e ambiental da implantação de hidrelétricas Informe Técnico apresentado no XXIV SNPTEE (Simpósio Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica) Este informe apresenta a análise econométrica de 26 indicadores socioeconômicos e ambientais a fim de verificar o efeito das diferentes etapas de implementação de hidrelétricas sobre municípios abrangidos por estes empreendimentos. Esse trabalho foi desenvolvido no âmbito do projeto de P&D “Metodologia para Análise Socioeconômica e Ambiental da Implantação de Hidrelétricas" (PD-0678-0214-2014).
[2017] Loteamento político na Eletrobras: métricas e estratégias de bloqueio Informe Técnico apresentado no XXIV SNPTEE (Simpósio Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica) Este Informe estuda hipóteses de uso político que têm afetado as atividades empresariais da Eletrobras, estatal federal com atividades de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. A partir da análise de indicadores de desempenho, tanto econômico-financeiros quanto operacionais, foram estruturadas comparações entre empresas estatais e privadas do setor ao longo de seis anos. Com base nos resultados, examinou-se como o loteamento político da Eletrobras se traduz em operações ineficientes, governança frágil e baixa rentabilidade. Conclui-se com propostas de estratégias de bloqueio de uso político.
[2017] Coordenação da Geração em Mercado Competitivo Informe Técnico apresentado no XXIV SNPTEE (Simpósio Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica) O informe técnico apresenta, por meio de um modelo teórico, como a operação de um sistema hidrotérmico é coordenada via mercado se houver concorrência perfeita. O modelo assume que há um contínuo de geradores hidrelétricos idênticos com reservatórios que maximizam seus lucros em função da disponibilidade de água nos seus respectivos reservatórios e da probabilidade de ocorrência de diferentes cenários hidrológicos. A solução é obtida por arbitragem entre o mercado no período corrente e futuro. O informe técnico também apresenta algumas reflexões sobre como o preço-teto no mercado de curto prazo, o abuso de poder de mercado e a taxa de juros podem afetar o funcionamento do mercado elétrico, e como a estrutura de incentivos pode afetar a disponibilização de informações privadas dos agentes que são necessárias para a otimização da operação. Esse trabalho é fruto de estudos desenvolvidos no projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas.” (PD-0678-0314-2014).
[2017] Precificação de Mercado: Sistema Coaseano de Compensação Dupla Informe Técnico apresentado no XXIV SNPTEE (Simpósio Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica) Esse informe técnico propõe um mecanismo de mercado de curto prazo para sistemas que apresentam interdependências operacionais, como no caso das hidrelétricas em série no mesmo curso d’água. O mecanismo consiste do acoplamento de dois leilões para prover o suprimento de energia: (i) um sendo compensado ex-ante para estabelecer o “pré-despacho” para o dia seguinte; e (ii) outro sendo compensado ex-post para atender aos desvios do “pré-despacho” em tempo real ao longo do dia seguinte. Para acomodar as restrições relacionadas às interdependências operacionais entre usinas hidrelétricas, o primeiro leilão incluiria uma etapa em que agentes teriam a oportunidade de negociar bilateralmente suas obrigações de pré-despacho. Esse mecanismo consiste de um dos resultados parciais do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas.” (PD-0678-0314-2014).
[2017] Uma Avaliação Estruturada do Arranjo Institucional-Regulatório do Setor Elétrico Brasileiro: Visões dos Principais Agentes e Insumos para Aperfeiçoamento do Modelo Informe Técnico apresentado no XXIV SNPTEE (Simpósio Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica) O informe técnico apresenta um diagnóstico das principais deficiências e virtudes do mercado elétrico brasileiro a partir de uma pesquisa qualitativa realizada no âmbito do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas.” (PD-0678-0314-2014). A pesquisa foi realizada por meio de um conjunto de entrevistas semiestruturada com profissionais de empresas e autoridades governamentais envolvidas no setor elétrico. O diagnóstico aponta uma preocupação generalizada com: (i) a perda gradual da coerência sistêmica do modelo setorial; (ii) a intensiva interferência governamental; e (iii) frequente mudanças no marco regulatório.
[2017] Will the liberalized market be sufficiently competitive? Artigo em inglês apresentado no 40th Annual IAEE International Conference (International Association for Energy Economics) Esse artigo apresenta o modelo de simulação de mercado desenvolvido no âmbito do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas.” (PD-0678-0314-2014). O modelo utiliza o conceito de equilíbrio de Cournot-Nash para avaliar o comportamento dos agentes caso os preços do mercado de curto prazo e o despacho fosse definidos com base em lances de oferta submetidos pelos agentes. O modelo leva em consideração: (i) o grau de controle e de interesse financeiro de cada agente na operação das usina hidrelétrica do sistema em função das suas respectivas participações acionárias; (ii) a dependência operacional de hidrelétricas a fio d’água localizadas a jusante de hidrelétricas com reservatórios de regularização de outro agente; e (iii) variações na estrutura do mercado em função do cenário hidrológico.
[2017] An Electricity Market Design for Renewable Energy Artigo em inglês apresentado no VI Elaee (Encontro Latino-Americano de Economia da Energia) O artigo discute elementos importantes que devem ser levados em conta no desenho de mercado para atender às necessidades de sistemas elétricos em que há elevada participação de fontes renováveis. Dado que as estruturas de custos e de riscos das fontes renováveis são fundamentalmente diferentes das apresentadas por usinas termelétricas tradicionais, argumenta-se que o funcionamento do mercado precisa atentar-se a quatro aspectos principais: (i) contratação de longo prazo para coordenar o investimento; (ii) mercado secundário para promover ajustes às condições vigentes; (iii) regulamentação que assegure a manutenção do nível de adequação e confiabilidade desejado; e (iv) liquidação num mercado de curto prazo centralizado para assegurar que a remuneração dos agentes reflita as condições de oferta e demanda do sistema como um todo. Esse artigo apresenta resultados parciais do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas.” (PD-0678-0314-2014).
[2017] Capacity Markets in Hydro-Intermittent Dominated Systems Artigo em inglês apresentado no VI Elaee (Encontro Latino-Americano de Economia da Energia) O artigo apresenta uma proposta de desenho de mercado para atender a sistemas elétricos em que a geração é feita primordialmente a partir de hidrelétricas e de fontes intermitentes. O cerne do mecanismo de mercado proposto é a adoção conjunta de opções de compra (call options) e opções de venda (put options) a fim de estabelecer um piso e um teto para a exposição ao preço do mercado de curto prazo, de forma a assegurar a sustentação econômico-financeira dos agentes tanto em períodos de escassez como de abundância do recurso natural energético. Esse artigo foi desenvolvido no âmbito do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas.” (PD-0678-0314-2014).
[2017] Avaliação do Custo-Efetividade de Programas Socioambientais no Entorno de Hidrelétricas Artigo apresentado no IX Citenel (Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica) O texto discute o projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Avaliação de Custo-Benefício de Programas Socioambientais no Entorno de Usinas Hidrelétricas” (PD-0387-0413/2013). Seus resultados principais são: a) avaliação econométrica do desempenho social e econômico dos participantes de seis iniciativas de caráter socioambiental; e b) uma proposta de metodologia de avaliação do custo-efetividade de programas ou ações socioambientais implantados no entorno de usinas hidrelétricas
[2016] Impactos socioeconômicos e ambientais sobre municípios da área de influência de usinas hidrelétricas em operação. Artigo apresentado no X CBPE (Congresso Brasileiro de Planejamento Energético) Esse artigo apresenta resultados parciais do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Metodologia para Análise Socioeconômica e Ambiental da Implantação de Hidrelétricas” (PD-0678-0214-2014). Por meio de técnicas econométricas são analisados indicadores socioeconômicos municipais - relacionados a atividade econômica, saúde, segurança pública e educação - comparando-se dois momentos: “antes” e “depois” do início da operação de hidrelétricas
[2016] Avaliação econométrica de programas socioambientais no entorno de usinas hidrelétricas. Artigo apresentado no X CBPE (Congresso Brasileiro de Planejamento Energético) O texto discute o projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Avaliação de Custo-Benefício de Programas Socioambientais no Entorno de Usinas Hidrelétricas” (PD-0387-0413/2013). Seus resultados principais são: a) avaliação econométrica do desempenho social e econômico dos participantes de seis iniciativas de caráter socioambiental; e b) uma proposta de metodologia de avaliação do custo-efetividade de programas ou ações socioambientais implantados no entorno de usinas hidrelétricas
[2016] Considerações sobre a coordenação centralizada: avaliação paramétrica nos modelos Newave e Decomp Artigo apresentado no X CBPE (Congresso Brasileiro de Planejamento Energético) Esse artigo apresenta resultados parciais do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento intitulado “Arquitetura de mercado para a comercialização de energia elétrica no Brasil: análise, simulação e propostas” (PD-0678-0314-2014). O estudo avalia empiricamente – por meio de simulações ao longo dos doze meses de 2013 – a influência dos parâmetros e dados de entrada empregados nos modelos Newave e Decomp sobre a operação. A análise ressalta a importância da obtenção de dados de entrada precisos e atualizados que sejam capazes de refletir a diversidade de cenários que podem ocorrer.
[2016] Aligning Regulatory Incentives and Price Signals in the Brazilian Wholesale and Retail Electricity Markets Paper apresentado na Bienal do Cigré de 2016 O artigo descreve como o Brasil tem lidado com o desafio de gerenciar o suprimento de energia elétrica dada a sua elevada estocasticidade, tanto do lado oferta (advinda variação na geração advinda de fontes renováveis) quando do lado da demanda (devido à volatilidade do consumo). Descrevem-se aspectos centrais a respeito de como o mercado de energia elétrica foi estruturado para lidar com esse desafio, e discutem-se medidas tomadas mais recentemente com o objetivo de melhorar a sinalização de preços e o alinhamento de incentivos dos agentes, tanto no mercado atacadista (i.e. agentes da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica - CCEE) como do mercado varejista (i.e. consumidores regulados atendidos pelas distribuidoras). A partir de um diagnóstico das principais fragilidades do mercado de energia vigente, apontam-se aspectos que precisam ser aprimorados nos próximos anos.
[2015] Avaliação Econométrica de Programas Socioambientais no Entorno de Usinas Hidrelétricas Artigo apresentado no XVI Congresso Brasileiro de Energia Este artigo apresenta resultados parciais do projeto “Avaliação de Custo-Benefício de Programas Socioambientais no Entorno de Usinas Hidrelétricas” (P&D ANEEL 0387-0413/2013), trazendo os resultados da análise econométrica do desempenho social e econômico dos beneficiários do programa “Projeto Brincando e Aprendendo”.
[2015] Metodologia para Análise e Bloqueio de Ações Disruptivas Derivadas do Uso Político em Empresas do Setor Elétrico Informe Técnico apresentado no XXIII SNPTEE O artigo analisa, por meio de metodologia baseada na Teoria de Grupos de Pressão, a manifestação de uso político que expôs a Copel à situação disruptiva conhecida como “Risco Requião”, quantifica a perda de valor derivada do uso político, e conclui com propostas de ações e políticas públicas para dotar as empresas de maior resiliência corporativa frente a interferências políticas. Artigo premiado com 2º Lugar no Grupo de Estudo de Aspectos Empresariais e de Gestão Corporativa (GEC) no XXII SNPTEE (Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica).
[2013] Aprimoramentos nos Leilões de Energia para Fomentar a Configuração Ótima do Parque Gerador Informe Técnico apresentado no XXII SNPTEE O informe identifica atributos negligenciados nos Leilões de Energia e explora diversas abordagens para aprimorar o sistema de leilões a fim de melhor atender as necessidades do sistema elétrico brasileiro. Artigo premiado com 3º Lugar no Grupo de Estudo de Comercialização, Economia e Regulação de Energia Elétrica (GCR).
[2012] Perspectivas para os investimentos petrolíferos no Brasil Capítulo do livro Petróleo: reforma e contrarreforma do setor petrolífero brasileiro O capítulo examina as perspectivas de investimento na exploração e produção de petróleo à luz das descobertas petrolíferas no pré-sal e das subsequentes alterações nas políticas setoriais e no marco regulatório.
[2011] Métricas e estratégias de bloqueio de uso político nas empresas do setor elétrico brasileiro Tese de Doutorado Esta tese analisa o impacto de interferências políticas sobre o valor das empresas do Setor Elétrico Brasileiro (SEB) e propõe estratégias e métricas para interromper a destruição de valor econômico e bloquear o uso político.
[2011] Barreiras à Exportação do Etanol Brasileiro. Dissertação de Mestrado A dissertação identifica e analisa os entraves que envolvem as perspectivas de exportação de etanol brasileiro através do estudo dos potenciais mercados, seus programas de utilização do etanol combustível e suas barreiras tarifárias e não tarifárias, como as medidas protecionistas contra produtos estrangeiros, os subsídios aos produtores domésticos e as certificações, que podem retardar o estabelecimento do etanol como commodity e, ainda, impedir o seu crescimento no comércio internacional.
[2010] Woodfuel in Brazil: supply-demand balance and methods for consumption estimation Livro It analyzes the supply and demand of woodfuels in Brazil and identifies the areas in which the extraction of woodfuels is unsustainable. The book also proposes a methodology for estimation of fuelwood and charcoal consumption.
[2010] Uso Político do Setor Eletrico Brasileiro Livro Este trabalho tem dois objetivos principais: a) propor uma metodologia de análise de uso político no Setor Elétrico Brasileiro (SEB) com base na Teoria de Grupos de Pressão desenvolvida por Gary S. Becker, prêmio Nobel de Economia em 1992; b) examinar hipóteses de uso político no SEB pelo estudo de dois casos.
[2010] Woodfuel development and climate change mitigation in Brazil FAO Working Paper: Woodfuels and climate change mitigation: case studies from Brazil, India and Mexico Analisa o potencial e os impactos da substituição de combustíveis fósseis por combustíveis de madeira no Brasil
[2009] Sustainable fuelwood production in Brazil FAO Report: Criteria and indicators for sustainable woodfuels, case studies from Brazil, Guyana, Nepal, Philippines and Tanzania Analisa a sustentabilidade da produção e do uso de lenha no Brasil.
[2009] Sustainable charcoal production in Brazil FAO Report: Criteria and indicators for sustainable woodfuels, case studies from Brazil, Guyana, Nepal, Philippines and Tanzania Analisa a sustentabilidade da produção e do uso de carvão vegetal no Brasil.
[2008] O uso de carvão vegetal na indústria siderúrgica brasileira e o impacto sobre as mudanças climáticas Revista Brasileira de Energia Analisa o uso de carvão vegetal em siderúrgicas e a sua contribuição para as emissões de gases de efeito estufa.

INSTITUTO ACENDE BRASIL

SÃO PAULO

Rua Joaquim Floriano, 466
Edifício Corporate, Cj. 501 - 5º Andar
CEP 04534-004, Itaim Bibi
São Paulo, SP, Brasil
Telefone: +55 (11) 3704-7733
© 2013, Instituto Acende Brasil